(Crédito: Jeff Pachoud/AFP)

A França encarou os Estados Unidos, no último compromisso antes da Copa do Mundo, na Rússia. Jogando em Lyon, os Azuis não estiveram tão inspirados, e só empataram com os norte-americanos em 1 a 1. Green abriu o placar, após falha do lateral-direito Sidibé. Mbappé empatou já no segundo tempo, depois de muita pressão. Entretanto, no geral, os franceses não foram tão bem. Sendo uma das seleções mais cotadas para faturar o Mundial, o time mostrou que terá de melhorar muito para ser campeão.

Agora, a equipe de Deschamps volta a campo na estreia da Copa do Mundo, contra a Austrália às 07h00 (horário de Brasília), em Kazan. Os norte-americanos só atuarão em setembro, contra o México.

Com bom futebol desde o início, os azuis quase abriam placar aos quatro minutos com Pogba em um belo chute de fora da área, mas a bola acertou a trave esquerda do goleiro Zack Steffen.

Depois de tomar pressão, os EUA adiantaram a marcação, e dificultavam a saída de bola dos franceses. Entretanto, quando conseguiam ter a posse de bola, mal conseguiam ultrapassar a metade do campo, sendo pouco agressivos.

Com dificuldades para penetrar no sistema defensivo do adversário, a França apostava nos talentos de Mbappé e Griezmann. Em tabela dos dois astros, o camisa 10 mandou para o gol, porém, teve o chute bloqueado. Começando a pressionar e a dominar o oponente, os franceses chegaram de novo, Mendy acionou Pogba. O meia trouxe para dentro, limpou a marcação e bateu, mas Steffen defendeu firme.

Aos 37 minutos, veio a melhor chance dos Azuis, Griezmann recebeu com muita liberdade, girou e finalizou. A redonda passou tirando tinta da trave. Quatro minutos depois, de novo Griezmann tentou resolver em um canudo de fora da área, mas novamente a bola foi pela linha de fundo.

Na sequência, o time comandado por Deschamps de tanto pressionar, acabou levando o gol. Moore ganhou na ponta direita, cruzou na área, Sidibé se atrapalhou todo no lance, e na sobra, Green chutou e abriu o marcador. Assim, a primeira etapa acabou com vantagem dos Estados Unidos por 1 a 0.

Na etapa complementar, a tônica da partida não mudou muito. A equipe norte-americana chegou ao segundo gol com Wood, que se antecipou a Umtiti, mas o bandeira assinalou impedimento. Os torcedores franceses já começavam a vaiar o time.

Buscando reverter a vantagem, Deschamps colocou Dembelé e Tolisso em campo, nos lugares de Giroud e Matuidi, respectivamente. No entanto, a situação da equipe não melhorava, pois continuava procurando espações para finalizar.

A pressão só acontecia graças à bola parada. Pogba cobrou falta na barreira, no rebote, Lucas Hernandez ajeitou o corpo e mandou um torpedo, que passou perto do gol. Depois de tanto pressionar, a equipe conseguiu o empate. Aos 33 minutos, em boa jogada da direta e cruzamento rasteiro, Mbappé empurrou para as redes. A França seguiu pressionando, mas não conseguiu a virada, e empatou em 1 a 1.

Fonte: Gazeta Esportiva