Cristiano Ronaldo (Crédito: MUNDO DEPORTIVO/REPRODUÇÃO )

O governo da Espanha acusou Cristiano Ronaldo de quatro crimes fiscais e não ter pagado cerca de 14 milhões de euros ao fisco do país. No entanto, de acordo com informações do jornal El Mundo , depois de muita polêmica, o jogador português vai acertar suas contas com as autoridades espanholas.

Segundo a publicação, Cristiano Ronaldo teria se declarado culpado das acusações e vai ainda efetuar o pagamento dos 14 milhões de euros, o equivalente a cerca de R$ 61 milhões. Além disso, o craque do Real Madrid ainda quer neste valor estejam inclusos a dívida em falta e também a sanção por fraude.

O atacante é acusado de uma dívida de 14,7 milhões de euros referentes aos tributos de seus direitos de imagem. Os crimes fiscais teriam acontecido entre os anos de 2011 e 2014. Na ocasião, ele foi formalmente denunciado por suposta fraude fiscal e crimes econômicos e as autoridades da Espanha reforçam que o incumprimento das obrigações fiscais por parte do jogador foi ação “voluntária” e “consciente”.

Fonte: IG